sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Fórum Econômico Mundial coloca Brasil em grupo de risco geopolítico

Do blog:
http://vermelhosnao.blogspot.com.br/2016/02/brasil-risco-geopolitico.html?m=1

"Não sou eu que estou dizendo, mas os executivos do Fórum Econômico Mundial. O Brasil foi colocado no rol dos países com governos nacionais fracassados,. A nós fazem companhia Paraguai, Bolívia, Peru, Equador, Moçambique, Mauritânia, Libéria, Moldávia, Lituânia e Bangladesh. O nosso maior risco não é o econômico, é o político. Não é difícil entender como chegamos a esta situação.
...
A corrupção e o seu combate não jogariam o Brasil no atoleiro, a causa é a exploração política do processo. Ela parte dos agentes públicos responsáveis pela punição dos corruptos e corruptores, justiceiros com interesses políticos; da oposição partidária que pretende herdar os cargos e as verbas; dos agrupamentos mobilizados pelas redes sociais, em geral movidos pelo ranço de classe e pelo preconceito, e acima de tudo pela forma como a imprensa explora a situação, por lucros e outros ganhos dos seus donos. Estes quatro grupos agem de forma sincronizada e com o mesmo objetivo.

As manchetes e os artigos são produzidos de modo a provocarem repulsa e indignação contra os citados, mesmo quando o fato é totalmente inócuo. Qualquer um que não se coloca automaticamente a favor da cruzada dos santos guerreiros é imediatamente transformado em vilão. Considerações e ações legalmente embasadas são tratadas como atos criminosos. A abordagem sobre questões econômicas são manipuladas para causarem desalento ou pânico. Sem falar na desinformação premeditada e nas mentiras elaboradas, cada vez mais presentes.

As notícias sobre o Brasil que os executivos estrangeiros recebem são pautadas pelo que é publicado pela imprensa que se diz brasileira, afinal praticamente todos recebem as informações sobre a nossa situação das filiais instaladas aqui. O que é reportado a eles deriva das manchetes da Rede Globo, da Veja, da Folha, do Estadão e de outros grupos empresariais de mídia.
O que presenciamos não é uma campanha para punir os que roubaram recursos públicos, mas uma guerra política. Para vencerem assumiram todos os riscos para banirem o PT da política nacional, mesmo que para isso destruam o Brasil... "

Informações:
http://biggerpicture.ft.com/risk-interconnectivity/wef-global-risk-highest-concern/?utm_source=taboola&utm_medium=referral&utm_campaign=BPP3Primary&utm_content=rt-rtcom

Nenhum comentário:

Postar um comentário