domingo, 27 de janeiro de 2013

Carnaval alternativo, Rio Vermelho, Salvador–Bahia

Os Palhaços formam uma trupe popular que desfila no Carnaval pelas ruas do bairro boêmio do Rio Vermelho. Um dos seus idealizadores é o artista plástico Ruy Santana e a proposta foi a de trazer de volta às ruas de Salvador, durante a folia, a criatividade inerente ao povo baiano.

São fantasias, mascarados, baianas, confetes e serpentinas .

A alegria do desfile com pessoas de todas as idades, famílias participando com filhos, em uma só diversão, demonstra que o carnaval pode e deve regatar as suas origens, valorizar as manifestações da cultura popular, promovendo a apresentação de grupos folclóricos do interior do Estado, sem as famigeradas cordas e camarotes que só servem para atiçar a violência, ainda tem seu lugar e consegue atrair um publico maior a cada ano.

Este ano a brincadeira ocorreu no dia 26 de janeiro de 2013, e contou com a presença do grupo folclórico Zambiapunga de Taperoá ; dos Caretas da Praia do Forte e várias outras atrações.

Valeu Palhaços do Rio Vermelho, foi uma bonita festa. Ano que vem tem mais.


  Zambiapunga toca instrumentos como enxadas, tambores, cuícas (berra boi) e búzios 

2013-01-26-1778
2013-01-26-1779
Caretas de Praia do Forte


2013-01-26-1780
Ala da baianas


2013-01-26-1781
O organizador Rui Santana
2013-01-26-1777




2 comentários:

  1. muito bom tio ! lucas

    ResponderExcluir
  2. Massa, cultura baiana é mais do que blocos de axé, camarotes, etc.

    ResponderExcluir